Resenha: Delírio - Lauren Oliver

23 julho 2012

Sinopse: Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga todos os cidadãos a serem curados quando completam dezoito anos. As pessoas também enfrentam outras duras imposições das autoridades, como toque de recolher, fiscalização sobre as artes e intensivo controle através de escutas telefônicas e agentes nas ruas, sempre atentos a qualquer atividade suspeita.
Lena Haloway acredita que todas essas regras são para o bem da população e aguarda ansiosamente o dia de sua intervenção. Essa é a coisa certa e esperada a se fazer. Mas tudo que ela conhecia e em que acreditava desmorona no momento em que Lena se apaixona por Alex. Faltando apenas noventa e cinco dias para sua intervenção, será que Lena ainda escolherá a cura?
Número de paginas: 352




É o mais mortal entre todos os males: você pode morrer de amor ou da falta dele.


O amor, que arrebata tantas pessoas, que traz consigo sintomas múltiplos e que muitas vezes tranforma os que o sentem em "irracionais", que muitos desejam, muitos sofrem e os que sofrem não o querem mais, muitos são privilegiados em tê-lo, outros nem tanto. Mas onde Lena Haloway mora o amor que conhecemos como "sentimento" nada mais é do que uma doença, conhecida como Amor delíria nervosa, a mais mortal de todas as doenças. O qual você morre por ele ou da falta dele. Por esse motivo resolveram erradicá-lo e agora todas as pessoas quando completam 18 anos passam por um tratamento obrigátorio que o governo fornece.

Depois de acontecimentos trágicos relacionados ao delíria, incluindo a morte de sua mãe que estava infectada, Lena conta os dias para sua intervenção que para ela é o certo a fazer, além de deixá-la livre de qualquer possível sentimento ou sofrimento.

Agora com 17 anos, uma familia desequilibrada e uma melhor amiga insepáravel, ela leva uma vida bem pacata, sempre preocupada em viver dentro das regras, o que contraria um pouco sua melhor amiga Hana. Mas essa vidinha comum nem sempre vai ser assim... Pelo menos não depois de conhecer Alex. Agora faltando pouco para sua intervenção, o inesperado e inpensável acontece: Lena é arrebatada pelo tão temido amor delíria nervosa. O que muda completamente sua concepção de cura, de regras ou qualquer outra coisa. O que importa para ela é viver intensamente esse amor.

Não tenho palavras para descrever "Delírio". Se eu tentar pode ser que saia um "lindo" ou "encantador" ou até mesmo "perfeito", mas sou suspeita pra falar, afinal eu fui completamente e loucamente acometida pelo amor delíria nervosa por esse livro! Posso tentar falar várias coisas dele ou simplesmente só deixar algumas frases do livro, mas nada vai se comparar como é sentir-se lendo ele, como é se apaixonar por Alex ou sentir raiva do governo e os soldados, como é desejar mais do que tudo que esse romance "impossivel" possa ter um final feliz. Só quem lê sabe, vê e sente o amor imenso que irradia de Lena e Alex pelas páginas do livro, e as lágrimas que brotam nessas mesmas páginas em muitos momentos angustiantes. 
Por isso leitor apaixonado eu desejo que você também possa ser surpreendido pelo delíria
enquanto lê esse livro maravilhoso e que possa desfrutar cada letra que forma essa éstoria única e inesquecivel...


"Dizem que antigamente o amor levava as pessoas à loucura. Isso é ruim o bastante. A shh também conta histórias sobre aqueles que morreram por causa de amores perdidos ou nunca encontrados, e isso é o que mais me assusta. É o mais mortal entre todos os males: você pode morrer de amor ou da falta dele."

"Na escola, aprendemos que antigamente, nos tempos sombrios, as pessoas não percebiam quão mortal era a doença do amor. Durante muito tempo ela era inclusive encarada como um sentimento bom, a ser celebrado e buscado. Claro que essa é uma das razões que o tornam tão perigoso: afeta nossa mente, impedindo-nos de pensar com clareza ou tomar decisões racionais sobre nosso próprio bem-estar. Naquela época, as pessoas identificaram outras doenças, como estresse, problemas cardíacos, ansiedade, depressão, hipertensão, insônia, transtorno bipolar, sem perceber que eram, na verdade, apenas sintomas que, na maioria dos casos, resultavam do amor deliria nervosa."

"E só quando estou deitada há um bom tempo, tremendo, sofrendo, já com saudade, percebo que minha tia, meus professores e os cientistas têm razão sobre o deliria. Enquanto estou deitada ali, com a dor penetrando meu peito e a sensação ansiosa e doentia se agitando dentro de mim e um desejo tão forte por Alex que é como uma faca rasgando meus órgãos e me dilacerando, tudo em que consigo pensar é: isso vai me matar, isso vai me matar, isso vai me matar... E eu não me importo."

Não sei se esses sentimentos - essa coisas crescendo dentro de mim - são algo horrível e doentio ou o melhor que ja me aconteceu. Seja como for, não consigo contê-los. Perdi o controle. E o verdadeiramente doentio é que, apesar de tudo, estou feliz." 

"Amor, a mais mortal das coisas mortais: mata quando você tem e quando você não tem. Mas não é exatamente assim. Amor: ele vai matá-lo e salvá-lo, ao mesmo tempo." 



Nota:

 



10 comentários:

  1. Amei a resenha.
    Alex lindo, lindo, lindo.

    É surpreendente o quanto a história é bem construída, merece mesmo 5 estrelas.

    Abraços
    Izabella de Melo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou linda!
      Alex é perfeito não é? *-*

      abraços!

      Excluir
  2. OMG! Eu já li o livro Antes que eu vá da Lauren e me apaixonei!
    Estou com Delírio aqui para ler,mas estava meio que adiando. Porém, depois dessa resenha definitivamente vou ler esse livro nesse momento!
    Amei a sua resenha (Não precisa nem falar néh?rs).*-*
    Beijos*
    http://brunnavieeira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou com "antes que eu vá" aqui para ler, mas ainda não deu, provavelmente será o proximo da lista!
      Menina porque adiando? Você não sabe o que tava perdendo!!!! leia neste momento mesmo! *-*
      Own linda obrigada, que bom que gostou!
      beijos!

      Excluir
  3. Um dos melhores livros já lançados, sem dúvida! Em termos de primeiro livro de trilogia distópica, achei melhor que Jogos Vorazes!
    Eu também fiz uma resenha (http://livrosinfinitos.blogspot.com.br/2012/06/resenha-delirio-1-delirio.html). A sua tá linda. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim foi um dos melhores com certeza!! Olha que eu amo jogos vorazes, mas depois de conhecer Alex & Lena impossivel nao achar melhor do que jogos!
      Vou dar uma olhada na sua sim querida,
      obrigada *-*

      Excluir
  4. Ola boa resenha, eu já vi muitos comentários desse livro, preciso ler ele pra matar minha curiosidade hehe

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigada *-*
      Realmente o livro é muito bom!
      bjs

      Excluir
  5. Capa linda! Quando vi na Saraiva, pensei: Esse livro precisa ser meu! Todas as resenhas que leio a respeito dele são positivas!
    Bjaoo

    Anderson - http://olhosleem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anderson! Realmente a capa é muito linda! e o livro também é ótimo! você precisa ler!
      beijos

      Excluir







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!